BICHECTOMIA: Entenda a nova cirurgia preferida dos artistas.

O procedimento de Bichectomia consiste na remoção parcial do corpo adiposo da bochecha, conhecida como bola gordurosa de Bichat. Embora muitos pensem ser uma técnica nova, a manipulação da Bola de Bichat já é um procedimento realizado rotineiramente em associação a outras cirurgias como remoção de dentes inclusos, reconstruções da região maxilofacial e cirurgias ortognáticas.

Atualmente a Bichectomia apresenta um grande enfoque estético depois que várias celebridades divulgaram os resultados dessa modalidade de cirurgia, reduzindo o volume das bochechas e evidenciando a projeção dos maxilares, o chamado efeito “Blush”. Entretanto, vale ressaltar que este procedimento, primordialmente, também tem uma indicação funcional, o que a torna uma cirurgia de caráter estético-funcional. Muitas pessoas que apresentam uma Bola de Bichat avantajada sofrem de mordiscamento contínuo da face interna das bochechas. Alguns também ao instalarem próteses dentárias relatam este inconveniente devido ao maior volume da gordura nesta região. O trauma constante desta mucosa pode inclusive, ao longo do tempo, levar ao aparecimento de lesões mais delicadas. Porém, a cirurgia para fins funcionais ou estéticos é exatamente a mesma! Embora alguns acreditem que a remoção desta gordura, no futuro, possa levar a uma falta de sustentação da pele e consequentemente uma queda desta região e necessidade de preenchimentos e “liftings”, é pouco provável que isto aconteça. Por ser um compartimento gorduroso entre a musculatura mastigatória e não uma gordura subcutânea propriamente dita, sua remoção e os possíveis efeitos naturais do envelhecimento da pela teriam pouca relação. Ou seja, com ou sem a realização de uma Bichectomia, aqueles que no futuro queiram retardar ou corrigir os efeitos naturais do envelhecimento necessitarão de procedimentos estéticos adicionais.

A Bichectomia normalmente é realizada em consultório, sob anestesia local, com duração de no máximo uma hora. O procedimento é realizado por dentro da boca através de uma pequena incisão de aproximadamente 2 cm. Como toda cirurgia, necessita uma avaliação inicial do profissional para comprovar a necessidade, explicar o procedimento e solicitar os exames pré-operatórios quando necessários. Também, como qualquer procedimento cirúrgico, apresenta seus riscos que devem ser discutidos previamente com o cirurgião. Mesmo pouco frequentes estes riscos estão relacionados à região operada, como glândulas de saliva, músculos e nervos da mastigação. Daí a importância da escolha de um profissional de sua confiança que esteja familiarizado com as cirurgias nesta região da face.

O período pós-operatório imediato inclui repouso, dieta específica e medicação para controle dos sintomas. Geralmente indolor, pode apresentar edema (inchaço) e hematomas que variam de intensidade de pessoa para pessoa, mas regridem dentro de no máximo 07 dias. As orientações e cuidados pós-operatórios passados pelo cirurgião são de suma importância para uma recuperação mais rápida e tranquila.

Comentar

Plain text

  • Nenhuma tag HTML permitida.
  • Endereços de páginas de internet e emails viram links automaticamente.
  • Quebras de linhas e parágrafos são feitos automaticamente.

Filtered HTML

  • Endereços de páginas de internet e emails viram links automaticamente.

Gmap